Saltar para o conteúdo

Assembleia Geral Extraordinária do dia 15/12/2010

Dezembro 18, 2010

Assembleia-Geral da Associação de Pais de Alcanena (APAL) de 15/12/10

 

Pelas dezassete horas e quarenta e cinco minutos do dia quinze de Dezembro de dois mil e dez, reuniu na escola EB1 de Alcanena a Assembleia Geral Extraordinária dos Pais e Encarregados de Educação dos alunos que frequentam as Escolas do Agrupamento de Escolas de Alcanena, sócios da APAL.

Não existindo quórum a mesma reuniu meia hora depois com os membros presentes.

Deu-se início à reunião com a ordem de trabalhos que a seguir se apresenta.

Ponto 1. Eleição dos órgãos sociais para o ano lectivo de 2010/11.

Foi a anunciado a abertura da votação entre as 18h15m e as 18h30m.

Foi comunicado que havia uma lista única, a “lista A” tal como afixado nos locais de estilo.

Pelas 18h31m abriu-se a urna de voto tendo-se registado os seguintes resultados:

Lista A – 13 votos

Brancos e nulos: 0.

Apurados os resultados o Presidente da Assembleia cessante deu posse à nova direcção na pessoa do seu Presidente da Direcção, visto o Presidente da Assembleia eleito não se encontrar presente.

Ponto 2. Apresentação do Plano de Actividades para o ano lectivo 2010/11.

O Presidente da Direcção eleito, Pedro Moisés apresentou o orçamento e plano de actividades para o ano lectivo 2010/11 e colocado o mesmo a votação.

O mesmo foi aprovado por unanimidade.

Ponto 3. Outros assuntos.

O Presidente da Direcção, Pedro Moisés, informou que o Coro DoReMi se desloca no domingo a Almada à Casa dos Zagallos para cantar num espectáculo integrado nas comemorações de Natal da Câmara Municipal de Almada, ficando de enviar o programa por email aos sócios.

Apresentou ainda um conjunto de preocupações que a associação levou à reunião do Conselho Pedagógico do Agrupamento nesta mesma tarde do dia 15/12.

O relato destas preocupações foi feito por um dos membros da direcção eleita, o senhor Bruno Garreau.

Problemas no aquecimento da Escola Secundária de Alcanena – o presidente da CAP do Agrupamento, Frederico Nunes, informou que devido a falta de dinheiro para o gás, teve de tomar essa medida.

Problemas no ar condicionado do Jardim de Infância de Alcanena e falta de aquecimento nos corredores do mesmo – presidente da CAP do Agrupamento, Frederico Nunes, informou que não tinha conhecimento, mas que o problema era com a Câmara Municipal.

Um professor do segundo ciclo, o professor David Pereira publicou no seu blog, de forma desprotegida e aberta a toda a Internet, o nome e as notas dos seus alunos com os comentários do blog abertos, o que permite que qualquer pessoa as consulte e teça comentários sobre as mesmas. Tal viola claramente o direito à privacidade dos alunos. Não tendo havido prévio conhecimento dos encarregados de educação dos mesmos. A nossa associação apresentou um protesto para este facto. – o presidente da CAP do Agrupamento, Frederico Nunes, mostrou-se espantado com o facto e concordou com a nossa posição, tendo ficado de tomar medidas sobre o assunto.

Apresentámos também a questão dos simulacros de incêndio que deveriam ter ocorrido até 30 dias após o inicio do ano lectivo – o presidente da CAP do Agrupamento, Frederico Nunes, informou que este ano não o fariam pois havia escolas, que dependiam da Câmara (EB1s e Jardins de Infância) que não tinham o Plano de Emergência feito.

A APAL respondeu que a experiência e o conhecimento da forma de agir pelos alunos são independentes de existir ou não um Plano de Emergência.

Protestámos ainda para o facto de um docente de Inglês e outro de Matemática só ter começado a dar efectivamente aulas há uma semana na EB1 de Minde. – o presidente da CAP do Agrupamento, Frederico Nunes, informou que o a Direcção de Recursos Humanos da Educação só agora forneceu os docentes.

Problema das filas para adquirir senhas de refeição na Escola Secundária, na Escola Dr. Anastácio Gonçalves e na EB23 de Minde. Como já nos tínhamos oferecido para ajudar a resolver o problema queríamos uma solução. – o presidente da CAP do Agrupamento, Frederico Nunes, informou que na Escola Secundária tinham posto uma empregada só para isso e que já se podia comprar as senhas para qualquer dia da semana. Considerando o problema resolvido na ESA. A APAL alertou que faltava resolver nas outras escolas.

Falta de papel higiénico nas escolas em Minde. – o presidente da CAP do Agrupamento, Frederico Nunes, informou que havia, mas tinha de  ser pedido aos funcionários ou no caso da Eb1 às professoras.

Colocámos ainda o problema da auxiliar da EB1 de Covão do Coelho que tinha sido colocada pela Associação de Pais, sendo que esta anteriormente dividia a prestação do serviço com uma outra do agrupamento, mas que agora estava sozinha e fazer mais horas do que devia. Queríamos saber se a situação era pontual ou se era para se manter. – o presidente da CAP do Agrupamento, Frederico Nunes, informou que uma auxiliar chegava para aquela escola e o trabalho adicional motivado pela falta dos professores não era relevante pois a falta dos professores não é recorrente. A APAL alertou que a situação assim não era sustentável ficando de articular com os pais do Covão do Coelho uma solução para o problema.

Nada mais havendo a acrescentar deu-se por encerrada a ordem de trabalhos da Assembleia.

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: